Los Angeles, por Giu Kaufman

Roteiro:

Los Angeles

Para finalizar meu roteiro, cujo conteúdo compartilhei nos textos das semanas anteriores, me hospedei por alguns dias na agitada cidade de Los Angeles, segunda cidade mais populosa dos EUA, atrás apenas de Nova Iorque.

LA não é muito fácil de ser compreendida. Distritos, cidades, região metropolitana e condado confundem a cabeça do turista. Geralmente um choque descobrir que Beverly Hills não faz parte da cidade de Los Angeles! Na prática, tudo parece um conglomerado de bairros, porém na teoria é diferente.

Los Angeles

Com mais de 10 milhões de habitantes, o Condado de Los Angeles é o maior no estado da Califórnia, sendo formado por cerca de 88 cidades (entre elas Los Angeles – sede do condado -, Beverly Hills, Burbank, Santa Monica, Malibu, West Hollywood, Orange Count e Pasadena); muitas das cidades são tão pequenas e coladas a Los Angeles que funcionam como bairros, como são os casos de Beverly Hills, West Hollywood e Santa Monica. A cidade de Los Angeles é dividida por distritos e bairros (neighborhoods). A confusão é grande! Regiões como Fashion District, Arts District e Financial District, na verdade, são apenas bairros que fazem parte do distrito de Downtown LA.

O que fazer em LA?

Visitar a Calçada da Fama e o Chinese Theater (onde acontece o Oscar), avistar o letreiro escrito Hollywood, passear por Santa Monica e em seu divertido Pacific Park, andar pela Rodeo Drive, dirigir pelas mansões de Beverly Hills, fazer um tour por algum estúdio de cinema em plena atividade, passar um dia em um parque temático (Disneyland, Universal Studios e Six Flags Mountains), ir a museus fascinantes, passear por mercados locais e ainda ter um mundo aos seus pés quando o assunto for compras!

Calçada da fama

Falando em compras e mercados, me encantei por passear pelo The Grove, um centrinho de lojas muito simpático com um jardim central. Ao lado, um Farmer’s Market bem diversificado onde tomei um suco fresco e natural delicioso.

Estacionamento do The Grove

Minha hospedagem

Buscando ficar perto do agito, me hospedei no hotel The Peninsula Beverly Hills. Gostei demais do quarto, do café da manhã e chá da tarde muito luxuosos, serviço impecável e excelente spa.

The Peninsula Beverly Hills

Porém, quando passeei por Santa Monica, pensei que deveria ter ficado por lá! Acredito que o lifestyle californiano que um turista de lazer busca está estampado nesta região!

Santa Monica vista da roda gigante

Restaurantes

Gosto de recomendar apenas os restaurante em que pessoalmente estive e onde que uma experiência maravilhosa! Quando o local não me diz muito, não trago aqui!

LA, com sua diversidade de culturas, tem opções de restaurantes com culinária do mundo todo.

Os locais que me marcaram foram o Catch LA (seafood) em West Hollywood e o famoso Nobu (Japones) em Malibu no por do sol!

Nobu Malibu

Guia

Quem estive comigo em todos os passeios, foi a guia Monica, uma brasileira que mora em LA há 20 anos e conhece a região na palma da mão! Ela é daquelas de agenda lotada, super badalada! Não é para menos, seu coração é gigante, os dias com ela são cheios de carinho e atenção! Fica a dica, monicaguiacalifornia@gmail.com!

Com a guia Mônica

Pelo fato de o Brasil ter voo direto a Los Angeles, o destino é comumente um ponto de chegada, saída ou passagem para nós brasileiros. Portanto, é sempre bom carregar umas informações atualizadas sobre o local!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *